25 de novembro de 2017

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa 👑

A Riviera Francesa é conhecida por suas belas e badaladas praias e pelo mar de um azul peculiar, tanto que é conhecida como Côte d’Azur, ou Costa Azul. O litoral sul banhado pelo Mar Mediterrâneo é uma das regiões mais luxuosas da França, especialmente Cannes, famosa pelo festival internacional de cinema, Saint-Tropez, point de celebridades por causa de seus beach clubs icônicos, e Mônaco, pequeno principado independente regido pelo monarca Príncipe Alberto II. A atração principal dessa área, nem preciso dizer, são as praias, mas há muito mais o que se fazer nesse destino de paisagens incríveis e beleza natural, e hoje vou falar um pouco sobre as opções de entretenimento e um pouco do cenário gay.

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Nice - Foto: Wikimedia

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Nice – Foto: Wikimedia

 

Atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa

Quem vai viajar para a Riviera Francesa geralmente escolhe como base Nice para ficar hospedado, já ela que oferece mais opções, um melhor preço e fica num lugar estratégico para visitar as praias ao redor. A cidade em si não tem tantos atrativos, mas é legal dar uma volta pela parte velha. A praça Promenade des Arts é repleta de restaurantes e conta com uma feirinha e mercado de flores durante o dia. Mas o lugar mais visado por turistas é a Promenade des Anglais, uma das principais avenidas na orla da praia, que é extensa (7 km) e tem um mar de uma tonalidade linda, mas é de pedrinhas em vez de areia, e por isso não está dentre as praias preferidas dos banhistas.

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Cassino Monte Carlo - Foto: Nathan Hughes Hamilton/Flickr

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Cassino Monte Carlo – Foto: Nathan Hughes Hamilton/Flickr

Após passar um tempo em Nice, é interessante tirar um dia para visitar Mônaco, situada a apenas 20km de distância e facilmente alcançável com uma curta viagem de trem ou ônibus – opção indicada por ser mais barata e ainda possibilitar uma vista incrível das várias praias e cidadezinhas pelo caminho costeiro. Esse pequeno principado pode ser conhecido em um dia, mesmo a pé. Os fãs de Fórmula 1 reconhecerão as icônicas ruas de Mônaco por onde passa o Grande Prêmio e onde Ayrton Senna era conhecido como rei, por ter subido ao pódio em seis oportunidades.

Além de seguir o caminho dos carros e apreciar os grandiosos iates ancorados na marina, uma das atrações mais famosas e que vale a visita é o Cassino de Monte Carlo, uma locação histórica de entretenimento de alto nível. Lar de muitos torneios esportivos importantes, como o PokerStars Championship, o edifício possui uma arquitetura majestosa e, sendo um dos destinos de jogos mais incríveis do mundo, já figurou em alguns filmes de James Bond, como Nunca Mais Digas Nunca (1983) e GoldenEye (1995). Os turistas podem ter um vislumbre da magnitude do cassino gratuitamente, já que o hall de entrada e algumas salas podem ser visitados durante o dia, mas quando o sol se põe, um código de vestimenta deve ser seguido.

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Cannes Croisette - Foto: Wikimedia

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Cannes Croisette – Foto: Wikimedia

Outro lugar chique é Cannes, facilmente alcançável de carro ou trem – de 30min a 1h de viagem (de ônibus é um pouco mais demorado). A cidade não é muito grande e pode ser também conhecida à pé, andando pela charmosa e comercial Rue Meynadier, ou pelo Boulevard de La Croisette. Essa avenida à beira mar é bastante arborizada, cheia de coqueiros, lojas de marca e hotéis 5 estrelas, como os grandiosos InterContinental Carlton Cannes e o Grand Hôtel, que hoje abriga a prefeitura da cidade e cuja fachada glamurosa impressiona qualquer um que estiver passeando pela orla. Lá também fica o Palácio do Festival de cinema de Cannes, mas sem o tapete vermelho e os artistas não há muito o que ver no local além da calçada da fama com as mãos dos grandes nomes que já passaram por ali estampadas, e talvez tirar uma foto na grande escadaria.

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Fort Royal na Île de Sainte Marguerite, em Cannes - Foto: Wikimedia

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Fort Royal na Île de Sainte Marguerite, em Cannes – Foto: Wikimedia

Ali perto também se encontra o porto, de onde é possível fazer um passeio até as Ilhas de Lérins, localizadas a 15 minutos de barco e que possuem uma paisagem natural pouco explorada e águas cristalinas. Duas ilhas fazem parte desse complexo, a Île Saint-Honorat e a Île de Sainte Marguerite, a maior delas e interessante pelo fato de possuir uma prisão do século XVII onde viveu o Homem da Máscara de Ferro. Quem perder o passeio, já que o último barco parte às 17 h, pode subir até o bairro de Surquet, que fica ao lado do porto e faz parte da parte antiga da cidade. O local é um amontoado de ruas estreitas e casinhas antigas que confluem para o Tour Carrée, 109 degraus que levam até a Place La Castre, no topo do Monte Chevalier, de onde é possível apreciar uma vista panorâmica dos Alpes Marítimos.

🏳️‍🌈 Conheça a praia gay nudista em St. Laurent d’Èze, na França

Outro destino bastante visado é Saint-Tropez, principalmente devido ao glamour envolvido e famosos beach clubs. Na verdade, o local propriamente dito é uma vila de pescadores e não possui nenhuma praia, para se chegar a alguma é preciso ir de carro, pois elas são mais remotas, mas não muito longe. Dirigindo apenas 15min é possível encontrar a Plage de Pampelonne, onde se localizam a maioria dos clubes. O Nikki Beach é para aqueles mais baladeiros que gostam de uma pool party, já que não fica em frente ao mar, mas possui uma bela piscina e DJ tocando o tempo todo. E o melhor, é gay friendly! Já o Club 55 é um dos mais antigos, recebendo celebridades desde 1955 e entrando para a lista de um dos mais bem contatos devido a uma frequentadora especial, Brigitte Bardot, que julgava o restaurante do clube como seu favorito. Hoje ele ainda é famoso pela boa comida e por ser um dos mais calmos e relaxantes, já que não possui um DJ.

Entretanto você precisa preparar seu bolso, pois passar o dia todo aproveitando as dependências, a sombrinha do guarda-sol e os comes e bebes, não é uma experiência barata! Se estiver com o orçamento mais apertado, uma boa pedida é visitar as outras praias gay friendly que existem na região, como a Coco Beach e a Plage de l’Acqua. Mas para aproveitar a noite, a melhor alternativa para a comunidade LGBT é Nice mesmo, onde se encontra uma maior variedade de bares, restaurantes e casas noturnas. Por exemplo, o Hotel Le Negresco, que por si só já é uma atração pela arquitetura chamativa, fica na Promenade Des Anglais, tem vista para o mar e é um local bastante popular entre a comunidade gay – tanto para acomodação e pelo restaurante gourmet quanto por ser membro da IGLTA (Associação Internacional de Turismo Gay e Lésbico).

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Hotel Le Negresco, em Nice - Foto: Kurt Bauschardt/Flickr

Melhores atrações e vida noturna gay na Riviera Francesa: Hotel Le Negresco, em Nice – Foto: Kurt Bauschardt/Flickr

Quanto aos bares, uma ótima opção para começar a noite é o Le Bar Bitch ou seu irmão, o Le Bar Butch, que ficam frente a frente na cidade velha. Ambos contam uma área externa e grande variedade de porções e drinks. O Le Smarties é outro bar gay e reúne um público bem diversificado. Além do bar de coquetéis, possui um lounge eletrônico, com pegada underground e decoração dos anos 70. O Red Café é um bar novo, mas já conta com ótimas avaliações, nele acontecem diversos eventos, incluindo performances drag e noites temáticas. O Le Glam também é um dos clubes mais populares de Nice, que costuma tocar pop e as últimas músicas das paradas internacionais, e conta com a presença de gogo boys!

Há ainda dezenas de opções, tanto de lugares gay friendly como de atrações para passear durante o dia, mas a lista ficaria enorme! Mas só para citar, outras vilazinhas nas redondezas que valem a visita são Antibes (veja o vídeo), Èze, Saint-Jean-Cap-Ferrat, Cap d’Ail, Cagnes-sur-Mer e Saint-Paul-de-Vence.


 

>> Acompanhe o Viaja Bi!: InstagramYouTubeFacebook e Twitter.

Hospedagem | Seguro Viagem | Câmbio | Aluguel de carro

Compartilhe:
Tags:

Sobre Viaja Bi!

Viaja Bi!

O Viaja Bi!, é um site de viagens dedicado ao público LGBT, idealizado pelo blogueiro experiente Rafael Leick, que também escreve para o Viagem Primata e ExploraSampa. O projeto conta com colaboradores e com um canal no YouTube.

  • Website
  • Google+
  • Instagram
  • Email

Comentar

Use a caixa de comentários para tirar dúvidas, assim você ajuda outros viajantes a lacrar pelo mundo. Sugestões, críticas construtivas e elogios também são bem-vindos. Os campos marcados são obrigatórios.*