15 de fevereiro de 2017

Trilha do Morro Dois Irmãos, no Rio de Janeiro

Olá! Estamos de volta para explorar o nosso lado aventureiro e dessa vez levarei vocês a conhecer um dos points queridinhos do Rio de Janeiro: o Morro Dois Irmãos. Ele está localizado entre São Conrado e Leblon e faz parte da comunidade da Favela do Vidigal onde, recentemente, foi implantada, pela prefeitura do Rio de Janeiro, uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora).

Até um certo tempo, a região era evitada devido à presença constante do tráfico. Hoje, a comunidade se tornou segura, com comércios, bares, restaurantes, albergues e é uns dos maiores cartões postais da cidade. Atrai muitos turistas atrás de uma foto (ou várias) do mirante que oferece toda visão 360º da Cidade Maravilhosa.

O acesso ao Morro Dois Irmãos é feito por trilha, mas não exige muito esforço físico dos nossos aventureiros. É uma trilha considerada de leve a moderada, com duração média de 1h até o topo. Então, se prepara, pois a coluna de hoje promete muitas dicas e fotos da trilha + favela + praia!!!

Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Ok! Vamos nos aventurar!

A nossa aventura começa cedo, na entrada da comunidade, e para chegar até um ponto mais alto do morro, podemos escolher dois tipos de transporte:

Kombi: Uma lotação mais tranquila, com total de 8 passageiros e a subida dura uns 15 min.

Mototáxi: Esse é pra quem encara a subida “com emoção” e dura uns 5 min.

Qualquer que seja a opção escolhida, esses serviços são circulares, não demoram muito e é só chegar e pedir para te deixar na Vila Olímpica do Vidigal.

O ponto de partida da trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

O ponto de partida da trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Chegando ao ponto inicial da trilha, iremos começar com pequenas subidas que lembram uma escadaria e podemos ficar sem fôlego, inicialmente, mas com calma e respeitando o seu ritmo, iremos chegar, em 15 a 20 min, aproximadamente, até o “bazar sede de trilha”, um cantinho para um breve descanso e pausa paras fotos com painéis do mapa da região.

Ali, você pode contar com um simpático vendedor de água e refrigerante que, ao te recepcionar, diz: “seja bem-vindo, pode chegar junto, o ar-condicionado está ligado, meus amigos”.

Alguém com sede de trilha? - Foto: Jeff Slaid

Alguém com sede de trilha? – Foto: Jeff Slaid

Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Dando continuidade à caminhada, chega-se a um ponto de onde podemos visualizar a comunidade da Rocinha sendo abraçada pela Floresta da Tijuca. A favela é considerada uma das maiores da América Latina e ela já ostentou o título de maior favela do mundo. Atualmente, a maior é Petare, na Venezuela. Do mundo, salvo engano, a maior é Kibera, na capital do Quênia.

Vista da Favela da Rocinha durante a trilha no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Vista da Favela da Rocinha durante a trilha no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

E, voltando à caminhada, teremos o caminho um pouco acidentado até a chegada em outro mirante, de onde se vê o ponto mais elevado da Favela da Rocinha e podemos observar melhor São Conrado e a Pedra da Gávea ao fundo.

Mais uma parada obrigatória para tirar aquelas fotos e postar nas redes sociais.

De boas apreciando a vista - Foto: Jeff Slaid

De boas apreciando a vista – Foto: Jeff Slaid

Depois desse ponto, a trilha vai se tornando fácil e bem demarcada, a vegetação das matas vai ficando um pouco para trás e temos a sensação de estar próximo a um abismo, mas podemos apreciar toda vista panorâmica ao chegar o topo.

Quase lá! Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Quase lá! Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Ao chegar ao topo do Morro Dois Irmãos, somos recompensados com uma das melhores vistas da Cidade Maravilhosa! É ou não é uma paisagem de tirar o fôlego? SENSACIONAL!

Fim da Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Fim da Trilha Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Aos 539 metros de altitude, em relação ao nível do mar, temos a vista de toda a extensão das praias de Leblon e Ipanema, Lagoa Rodrigo de Freitas e da Zona Sul do Rio de Janeiro. De lá, dá para entender o porquê da Lagoa Rodrigo de Freitas ter formato de um coração! <3

E é a deixa para você tirar várias fotos, selfies, poses para bombar no seu Instagram e Facebook! Arrasa, bi! 😎

Sensualizando no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Sensualizando no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

E, para aventura ficar completa, na volta, pegamos um atalho para o Alto do Vidigal. Quando passar pelo Bazar Sede de Trilha, é só pegar o caminho do lado esquerdo, que vai dar em uma descida de uns 20min até chegar a conjuntos de casas e vila de moradores. Qualquer dificuldade de reconhecer o caminho, pergunte ao vendedor, que te orienta o atalho certo!

Alto do Vidigal, como próprio nome diz, é a parte mais alta da comunidade e é onde fica o ponto final da Kombi, ao lado da UPP, e demos continuidade à esquerda da rua até chegar num bar que é o queridinho da comunidade e que atrai até famosos. Possui uma das melhores vistas de toda a comunidade do Vidigal, de frente para o mar, embalado pelo som de samba, caipirinha, tira-gosto da melhor qualidade e vento fresco, podendo repor energias com uma vitamina, um lanche ou até mesmo uma cervejinha, que é de lei! 🍺

Bar depois da trilha no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Bar depois da trilha no Morro Dois Irmãos, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

Aquela cervejinha de lei... - Foto: Jeff Slaid

Aquela cervejinha de lei… – Foto: Jeff Slaid

E continuamos a nossa aventura! Resolvemos descer a pé pela comunidade para conhecer e vivenciar um pouco mais a cultura dos moradores, o vai e vem dos mototáxis, as artes em grafite nos muros, bares, restaurantes e etc. Quase um favela-tour.

É por aqui? - Foto: Jeff Slaid

É por aqui? – Foto: Jeff Slaid

O vai e vem constante dos mototáxis - Foto: Jeff Slaid

O vai e vem constante dos mototáxis – Foto: Jeff Slaid

E, para encerrar nossa aventura com chave de ouro, nada melhor do que ter aquele banho de mar para renovar as energias! Fomos à Praia de Ipanema, na altura do posto 9, um dos points LGBT mais badalados do Rio de Janeiro, e não é por menos! A paquera rola solta! 😏

Arrasa, bi!

Praia de Ipanema, Posto 9, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

Praia de Ipanema, Posto 9, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

De boa, relaxando na Praia de Ipanema, Rio de Janeiro - Foto: Jeff Slaid

De boa, relaxando na Praia de Ipanema, Rio de Janeiro – Foto: Jeff Slaid

 

 

Como chegar ao Morro Dois Irmãos

Carro

A comunidade não tem muitas opções de estacionamento, devido às ruas apertadas. O ideal é estacionar próximo à Praia do Leblon, que é mais tranquilo para achar uma vaga, e em seguida pegar um dos transportes coletivos.

 

Metrô

Descer na estação General Osório e caminhar até a Av. Vieira Souto e pegar um ônibus até a comunidade.

 

Ônibus

Pode pegar qualquer ônibus na Av. Vieira Souto no sentido Leblon. Em geral todos os ônibus que passam pela Av. Viera Souto, passam também em frente à entrada da comunidade do Vidigal. Caso fique em dúvida, pergunte ao motorista, antes de embarcar, se passa pela Vidigal. Ônibus Integrado 1, 2 ou 8.

 

Uber / Táxi

Chega-se à entrada da favela pela Avenida Niemeyer, na altura do número 333.

 

 

Informações importantes pra curtir o Morro Dois Irmãos

  • A trilha do Morro Dois Irmãos tem 1,6km de extensão.
  • Dependendo do seu condicionamento físico, poderá levar de 1h30 a 3h para realizar todo o passeio.
  • É um passeio ótimo para durar o dia todo
  • Recomendo ir bem cedo, para evitar a quantidade de turistas disputando por um espaço para as fotos.
  • Leve bastante água e lanche, apesar de ter o Bazar por lá, os valores são bem altos.
  • Use roupas leves e calçados adequados, arrase no estilo!
  • Respeite a vida dos moradores, eles não gostam de ser fotografados, salvo se houver autorização.
  • É seguro? Sim! Mas não vá ostentando, temos que tomar cuidado como em qualquer cidade grande.
  • O acesso à trilha fecha às 20h.
  • Caso não queira descer pelo morro a pé, não se preocupe, tem várias kombis e mototáxis, o tempo todo, para  levar você de volta até a entrada da comunidade.

 

>> Acompanhe o Viaja Bi!: Instagram, YouTube, Snap (👻rafaleick 👻viajabi), Facebook e Twitter.

Hospedagem | Seguro Viagem | Câmbio | Aluguel de carro

Compartilhe:
Tags:

Sobre Jeff Slaid

Jeff Slaid

Jeff Slaid é colunista do Viaja Bi!. Carioca, passou dos 30 anos, é Analista de Recursos Humanos por profissão e apaixonado por descobrir novos lugares e pessoas. Amante de trilhas e esportes radicais, tem o desejo de sempre explorar novas aventuras e compartilhar suas experiências. Todos os posts do Jeff.

  • Instagram
  • Email

3 Comentários

  • Junnior
    2017-02-15 12:35

    Fiz a trilha semana passada com um amigo e é realmente maravilhosa. E fiz o mesmo que você quando desci, me joguei no mar de Ipanema para refrescar. ♥

    • Rafael Leick
      2017-02-21 21:33

      Razô, migs! Eu fiquei com vontade de fazer essa trilha também!

    • Jeff Slaid
      2017-02-22 22:45

      Oi Junnior !
      Que bom que gostou da trilha e realmente é maravilhosa, já perdi as contas de quantas vezes que fiz a trilha morro de dois irmãos! Sempre que surge uma oportunidade, aproveito!

Comentar

Use a caixa de comentários para tirar dúvidas, assim você ajuda outros viajantes a lacrar pelo mundo. Sugestões, críticas construtivas e elogios também são bem-vindos. Os campos marcados são obrigatórios.*