23 de junho de 2015

Parada do Orgulho LGBT 2015 em São Paulo

No último dia 7 de junho de 2015, aconteceu em São Paulo, a 19ª Parada do Orgulho LGBT, que tomou conta da Avenida Paulista, principal avenida da capital paulista. Já tinha contado aqui sobre a preparação pra festa, dando dicas de hospedagem em São Paulo e ‘otras cositas más’. Se você estiver lendo isso tudo em 2016 ou qualquer outro ano, vale dar uma olhada nas dicas, bi!

Parada LGBT 2015

Chegamos de metrô na estação Brigadeiro e os trios ainda não tinham saído. Caminhamos até a frente do MASP e nos enfiamos embaixo da bandeirona. Como qualquer lugar que reúne muita gente no Brasil, tem os noias e doidos (não se enganem, tinha noias héteros e gays). Embaixo da bandeira tinha um povo muito doido gritando “maconha” e pulando tanto que pareciam que tinham tomado um chá de pogobol! Rá!

Pra fugir da muvuca, resolvemos caminhar pela pista do lado do Parque Trianon, que estava mais tranquila e espaçada. Na caminhada, vimos famílias com crianças, senhorinhas de cadeira de roda, muitos casais e muita coisa além do cunho “carnavalesco” que a TV e os sites de notícias não mostram. Uma pena, porque nesse ponto estava bem tranquilo.

Trio de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Trio de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Vimos também pelo menos umas 3 igrejas inclusivas ou não apoiando a diversidade e o respeito e criticando a postura dos fundamentalistas religiosos, afirmando sua postura de respeito e amor ao próximo, que é, de fato, a base pra quase todas as religiões. Razaram!

Entrevistando Thiago Araújo, da Igreja Cidade Refúgio e a drag Roxy Yours

Entrevistando Thiago Araújo, da Igreja Cidade Refúgio e a drag Roxy Yours

Entrevistei, pro vídeo, o Thiago Araújo, representando a Igreja Cidade Refúgio, uma igreja inclusiva que fica na Avenida São João, 1600. Também falei com a drag bafônica e lacradora Roxy Yours, que protagoniza a websérie Divando e de quem vocês vão ouvir falar mais em breve aqui no Viaja Bi! #BiSpoiler. E, pra fechar, também conversei com o casal Thiago e Matheus, que tem um projeto chamado Beijos Pelo Mundo, que propõe intervenções artísticas com beijos em vários lugares do mundo. Bi, eles põe a cara no sol se beijando por 5h ou 6h seguidas! Haja fôlego!

Roxy Yours e Rafa na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Com Roxy Yours

 

E a Parada do Orgulho LGBT em si?

Foram 18 trios, como falamos aqui e muita gente indo atrás deles. Não se sabe exatamente o número de pessoas que participaram. Os números oficiais da organização da Parada (2 milhões de pessoas esse ano) são sempre contestados. Como eu não sei fazer essas contas, só te digo que tinha bastante gente. Menos, talvez, do que na última vez que eu fui, lá pra 2007 ou 2008. Mas ainda assim, é um número expressivo mostrando seu orgulho em ser quem é ou o apoio a ele.

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Os destaques principais que renderam manchetes na imprensa se dividiram em 4 trios. O primeiro, que encabeçou todos os outros, foi o qual a drag Tchaka declarou aberta a Parada com uma faixa “Fora Cunha” como estandarte, se referindo ao presidente da Câmara Eduardo Cunha que, num estado laico como o nosso, conduziu um culto evangélico na Câmara, entre outros absurdos da nossa política. Nesse carro, também discursaram a favor da tolerância e respeito Eduardo Suplicy, Secretário de Direitos Humanos de SP e Marta Suplicy, senadora e apoiadora da causa LGBT. À frente dele, marcharam as Mães Pela Diversidade.

Mães Pela Diversidade marcham à frente do carro de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Mães Pela Diversidade marcham à frente do carro de abertura da 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Performance polêmica na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Performance polêmica na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

O mais polêmico ficou por conta da performance da transexual Viviany Beleboni, que “crucificada” pedia o fim da homofobia, transfobia, lesbofobia e bifobia. Ou seja, um pedido para que todas as letras da sigla LGBT parassem de ser crucificados por uma sociedade conservadora. Os cristãos interpretaram mal o uso da cruz, como se fosse uma afronta à religião e não ao símbolo de crueldade que a precedeu. Mas, foi uma performance polêmica e que dividiu opiniões e rendeu até ameaças de morte à transexual, vindas daqueles que deveriam pregar o amor e o respeito.

Outro destaque, mais festivo, ficou pro segundo carro, da revista Junior e do VisitBritain, órgão de turismo do Reino Unido, onde já morei e posso dizer que respeitam e muito a diversidade. Além do carro estar todo vestido de Union Jack (como é chamada a bandeira do UK), trouxe a cantora Wanessa pra fazer um show exclusivo pras gay! \o/

Trio da Revista Junior e do VisitBritain na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

Trio da Revista Junior e do VisitBritain na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

E, quase no fim da Parada, um dos carros mais aguardados era o da Netflix, que trouxe três atrizes da sua série original Orange is the New Black, Samira Wiley (Poussey), Natasha Lyonne (Nicky) e Uzo Aduba (Crazy Eyes), dois atores da nova série original Sense 8, Miguel Angel Silvestre e Naveen Andrews e ainda vários yotubers conhecidos de canais como LubaTV, Canal das Bee, Federico De Vito, Põe na Roda, Malena0202, MariMoon, PapelPop, Indiretas do Bem e Diário de P.Landucci. A funkeira Valesca Popozuda, que critou o hit “Minha Poussey é o Poder”, em homenagem à personagem Poussey de Orange Is The New Black, era pra ser mais uma atração do carro, mas na última hora, não foi por problemas de segurança, pelo que foi anunciado. As drags Penelopy Jean e Paulette Pink encarnaram respectivamente Lady Gaga e Cher também nesse trio. Ou seja, foi um bafo!

 

E as fotos, bi?

Como em todos os sites vocês já viram todas as figuras exóticas e carnavalescas da Parada, a gente quis fazer uma seleção de fotos um pouquinho diferente. Já que esse mês também teve Dia dos Namorados, a gente trouxe vários casaizinhos da Parada! <3 Muito amor! Olhaí!

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

"Moça, seu namorado é lindo! " na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

“Moça, seu namorado é lindo! ” na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015

 

E você, bi, foi pra Parada? Conta aí pra gente nos comentários o que você achou do evento e, claro, da nossa performance rápida dançando “É Hoje”! Rá!
E acompanhe a gente no YouTube, Facebook, Twitter e Instagram com #ViajaBi nas suas fotos!

 

Compartilhe:
Tags:

Sobre Rafael Leick

Rafael Leick

Publicitário e blogueiro, foi palestrante em seminários internacionais no Peru, a convite dos órgãos de turismo locais, falando sobre planejamento de comunicação e diversidade, com foco na temática LGBT. Morou em Londres e, aos 31 anos, conhece 22 países. Escreve para o Viaja Bi!, Viagem Primata e ExploraSampa. Todos os posts do Rafael.

  • Website
  • Google+
  • Instagram
  • Email

4 Comentários

Comentar

Ut tellus dolor, dapibus eget, elementum vel, cursus eleifend, elit. Aenean auctor wisi et urna. Aliquam erat volutpat. Duis ac turpis. Integer rutrum ante eu lacus. Required fields are marked*